Esqueci minha senha?

Notícias

Ver lista completa

Letra cursiva

  • Compartilhar:

   

 

   Quando estamos passando pelo período de alfabetização infantil temos duas fases distintas, uma em que é ensinado o uso da letra de forma (também chamado de letra bastão) e outro momento em que é ensinado a letra cursiva (conhecida também como letra de mão).
   De forma geral, o processo é sempre o mesmo, primeiro é ensinado a formar palavras na letra de forma e depois se faz a migração da letra de mão, que é usada até o final do ensino médio.
   O processo segue este caminho para que seja mais fácil a alfabetização, já que as letras de forma são bem mais fáceis de serem aprendidas pelas crianças. Esse tipo de letra é formado por linhas mais retas e simples de serem feitas.
   É ideal que o aprendizado da letra cursiva seja introduzido aos alunos apenas depois de alfabetizados. Assim eles podem se concentrar mais nas curvas e desenhos das letras sem ter que se preocupar tanto com a construção das palavras.
    Mas em dias em que as crianças já nascem coladas com a tecnologia, o aprendizado da letra cursiva ainda é importante?
   Com o avanço da tecnologia e com as crianças sendo introduzidas a ela cada vez mais cedo, está aumentando a discussão sobre a necessidade da letra de mão durante a alfabetização.
   A letra cursiva é alvo de muitas discussões por causa do avanço da tecnologia. Afinal, se é possível digitar palavras ao invés de ter que escrevê-las, porque ensinar a escrever de um jeito tão complicado e que leva tanto tempo para ser assimilada?
    O caderno de caligrafia já deixou de ser relevante a alguns anos, será que a letra cursiva pode sofrer o mesmo fim?
   A prática da caligrafia é importante para criar uma escrita mais fluente e com agilidade, permitindo que o aluno “escreva em tempo real”, no ato, podendo assim acompanhar o ritmo da escola.
    Em alguns casos o uso da cursiva não é apenas uma forma de ensinar algo novo para os alunos, mas é também uma maneira de prender a atenção deles no ensino.
    Algumas turmas ficam bem animadas enquanto estão aprendendo a escrever. Elas querem logo chegar na letra cursiva e aprender a escrever como gente grande. Portanto o ensino da letra a mão pode ser usada como um incentivo a alfabetização.
    Segundo alguns especialistas, como o neurocientista Norman Doidge, a letra cursiva exige mais das áreas simbólicas e motoras do cérebro, portanto ela é mais eficiente do que a letra de forma para ajudar a criança a adquirir uma maior fluência.
    Outros educadores defendem também a ideia de que a letra cursiva é importante para melhorar a coordenação motora das crianças. Este é um fato que é comprovado pela ciência, já que a atividade realmente exige uma melhora constante da coordenação.
      A letra cursiva também pode ajudar os alunos a melhorar na disciplina, pois como já dissemos é bem difícil aperfeiçoar esta escrita.
   Entre alguns motivos interessantes para manter o ensino da letra cursiva está a assinatura. Muitos documentos ainda exigem uma assinatura tradicional, portanto há a necessidade de saber escrever com letra de mão para isso.
    Outro fator é que muita gente escreve em letra de mão, assim como há muitos documentos e notas escritas neste formato. Saber entender a letra cursiva, mesmo que só para leitura, também se torna fundamental nestes aspectos.

FONTE: Abrelivros.org.br - Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares
 

Confira as fotos, clicando na imagem abaixo:

Confira o vídeo do 2º Ano B, clicando na imagem abaixo:

 

Acesse de um dispositivo móvel:

São Paulo da Cruz
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo