AGENDE UMA VISITA

Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Notícias

Continue vendo em
seu dispositivo móvel:

Conhecendo e explorando

Conhecendo e explorando São Paulo da Cruz

 

 

    Neste mês vamos conhecer um pouco da cultura do bioma brasileiros, Caatinga e seus Cantos de Trabalho.

   Canto de Trabalho é uma Diversidade cultural, que envolve o cotidiano dos trabalhadores rurais, principalmente do Recôncavo Sul baiano na segunda metade do século XX. Tem como intenção compreender a cultura local de cada região, a partir de um processo de resistência cultural ao árduo trabalho realizado no campo, sinalizando ainda a prática significativa de manifestações de solidariedade e divertimento construídas nessa vivência. Os cantos de trabalho são essenciais para a cultura dos trabalhadores, capazes de mostrar ainda os aspectos econômicos e sociais desses sujeitos históricos. Desse modo, nos estados da Bahia, Ceará e Maranhão existem diversos tipos de cantigas relacionadas a um determinado ofício, e são em muitos casos construções coletivas, podendo revelar muito acerca de uma região e toda sua complexidade.

   Essas canções constituem-se como importantes fontes históricas, descortinando aspectos culturais de cada região citada, já que de alguma forma traduzem o espaço e o momento em que foram criadas, assim como a resistência cotidiana dos trabalhadores. Por meio desse elemento lúdico “inventado” no dia a dia, muitas das vezes em um ambiente de exploração, pode-se compreender o seu papel histórico.

   Um dos temas mais abordados nos cantos de trabalho da região da Bahia são as Quebradeiras do Côco, e, as Lavadeiras, que levam suas trouxas de roupa na cabeça, para lavarem suas roupas na beira do rio, e os trabalhadores da plantação de mandioca. Na região do Ceará existem diversos cantos de trabalho e cantigas entoadas pelos trabalhadores rurais, entre elas se destaca as Rendeiras, conhecida também como canto oficial do cangaceirismo, expressão usada pelos trabalhadores em forma de gratidão e orgulho de suas rendeiras locais - conhecidas internacionalmente por suas lindas e delicadas rendas feitas à mão. A queima do carvão é uma prática comum nas regiões mais afastadas do Ceará e de muitos outros estados nordestinos, e ainda hoje trabalhadores cantam a cantiga do Carvão. Já no Maranhão, os cantos de trabalho se misturam com danças de roda e muitas cirandas, original do Pernambuco, mas entoada por todo nordeste entre os trabalhadores em dias comemorativos, e de boa colheita. Enquanto o cirandeiro toca sua viola pelas ruas da cidade em forma de convite, as moças se dirigem para a ciranda com suas saias rodadas e flores no cabelo, em um lindo cortejo em direção à praia como forma de agradecimento pelo trabalho, e aos amigos ali reunidos celebrando a vida, e assim respeitando as diferenças.

   Sanfona ou acordeom, instrumento considerado um dos símbolos musicais do Sertão.

Educadora Débora - Música


Outras Notícias

Ver lista completa
 
Sistema Brasília
Mãe da Sta. Esperança
Colégio Passionista São Paulo da Cruz
Av. Tucuruvi, 470 - Tucuruvi - São Paulo - SP
CEP 2304-001
  •   (11) 2991-3111
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo