Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Notícias

Continue vendo em
seu dispositivo móvel:

A importância de cantar

A importância de cantar São Paulo da Cruz

 

    Bem sabemos que uma boa música desenvolve a audição e a musicalidade de todos, principalmente das crianças e ajuda a construir conhecimentos.

   Escutar música, cantar, tocar deveria fazer parte das atividades diárias da escola e principalmente das escolas de Educação Infantil, pois aguça a sensibilidade, estimula os alunos a serem bons ouvintes e assim poderem desenvolver atividades práticas em relação a musicalização.

   O gosto pela música estimula, além do escutar atentamente, também a experimentação de diversos instrumentos musicais, que fazem com que a criança se aproprie de forma espontânea dessa fonte de cultura.

   O cantar traz benefícios físicos, psicológicos, socioculturais, de integração, que nos levam a pensar em modificações das teorias da inclusão fragmentada, parcial, leva ao reconhecimento e valorização das características de cada criança, cada um irá se identificar com determinado gênero, instrumento, voz, etc.

   A criança experimenta muitos e diferenciados estímulos que poderão lhe ser prazerosos como: escutar, diferenciar sons, silêncios, jogos musicais, expressão do corpo em diferentes ritmos musicais, cantar em diversas alturas e intensidade de sons, exploram sentimentos através da música e da criação musical.

   A criança que trabalha com a diversidade aceita melhor e aceita – se melhor considerando as diferenças, assim como o cantar lhe trará benefícios como seu desenvolvimento integral, desde o caráter, personalidade, as suas escolhas, capacidade de inventar, coordenação motora, paciência ao ouvir, etc.

 

 A CRIANÇA E AS SUAS RELAÇÕES COM A MÚSICA


   A música entre outras formas artísticas é reconhecida historicamente como parte fundamental para o desenvolvimento das capacidades do ser humano, faz bem para o reconhecimento, autoconhecimento e autoexpressão. Seria fundamental para despertar na criança seu potencial artístico e o gosto pela arte musical como já afirmado.

   No entanto, bem sabemos que no contexto de nossa educação é muito reduzido o número de pessoas que compreendem e valorizam a educação musical dentro da escola para auxiliar no processo de educação da criança.

   Recentemente houve um pequeno avanço nas leis da educação no Brasil, hoje já faz parte do currículo, obrigatoriamente, a Educação Musical. Mas será preciso um grande esforço para que a música e outras Artes realmente sejam fundamentadas e utilizadas no contexto das escolas, não só por seu valor, mas por serem de fundamental importância para a formação do educando e comprovadamente a música intervém na formação cognitiva da criança.

[...] as concepções didáticas apoiadas no cotidiano como paradigma teórico buscam uma aproximação da aula de música com a realidade sociocultural ou como o “mundo vivido” (Lipptiz, 1980). Seu interesse não está nas atividades padronizadas, mas sim, na tematização, na sala de aula, nas experiências musicais que os alunos realizam fora da escola. [...] (Souza (org.), p.35,2000)

   Sabe – se que desde o ventre de sua mãe o bebê atua recebendo sons reage a estímulos sonoros, que o estimulam a reconhecer a voz de seus pais, as músicas e canções de ninar, as conversas deles consigo e, posterior ao nascer ele reclama chorando se a intensidade desses sons exceder os limites do seu gostar.

   Quando na escola, a criança não costuma ouvir seus próprios sons, ela grita, fala muito, canta, bate, mas se for ensinado de forma diferente, poderá ser induzida a descobrir e adquirir hábitos mais sensíveis ao ouvir e produzir sons, o canto poderá ser utilizado como uma forma dele se expressar.

   Ouvir, cantar, dançar, atuar são atividades presentes no cotidiano das crianças, todas as pessoas interagem com o som de uma música, desde muito cedo, elas entram em contato com a cultura musical do seu meio, da sua comunidade aprendendo os costumes do seu povo, de suas tradições musicais.

   Na mídia tem se destacado, profissionais que formam grupos para trabalhar a música em comunidades carentes que vem desempenhando numa função social e educativa de muita importância. Essas crianças foram tiradas das ruas e passaram a dar outro valor para suas vidas, embora continuando perto das diversas formas violência social e drogas, conseguem manter-se afastados, pois está sendo necessária para suas vidas a prática musical.

 

Fonte: Portal da educação

 

 

Confira o vídeo dos nossos educandos:


Outras Notícias

Ver lista completa
 
Sistema Brasília
Mãe da Sta. Esperança
Colégio Passionista São Paulo da Cruz
Av. Tucuruvi, 470 - Tucuruvi - São Paulo - SP
CEP 2304-001
  •   (11) 2991-3111
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo