Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Você esqueceu como se logar?
Para o acesso do Educando, utilize o Número de Matrícula como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Para o acesso de Pai/Mãe/Responsável, utilize o CPF (sem pontos ou traços) como Usuário e a Senha cadastrada, ou a data de nascimento (ddmmaaaa). Resgatar Senha

Notícias

Continue vendo em
seu dispositivo móvel:

Música e a escuta ativa

Música e a escuta ativa São Paulo da Cruz

   

   Murray Schafer é pedagogo, educador musical, compositor, escritor e grande pesquisador. Entre suas pesquisas, a escuta ativa torna grande destaque buscando o desenvolvimento das crianças dentro das salas de aula, no convívio familiar e no brincar.

   Para Schafer, a escuta ativa envolve a liberdade para ouvir e também criar, papel dado ao educador que possibilitará ao seu aluno o ambiente propício para este desenvolvimento através de paisagens sonoras, ou seja, contação de histórias em que as crianças possam sonorizar ativando e sensibilizando sua escuta, levando o ouvido a praticar sons agradáveis.

   Deixar a imaginação das crianças e ter liberdade traz à tona a curiosidade da vontade de criar, como quando pintam um desenho e sentem necessidade de colorir, assim estimulam seu desenvolvimento visual.

   Na música, ter uma escuta ativa, começa com pequenos sons criados a partir de estímulos visuais e sonoros. Mas, é muito importante ressaltar que a formação da escuta ativa nas crianças também vem do que ouvimos com elas, a altura do som quando ouvimos músicas em casa ou no carro, o nosso estilo musical influenciará esta escuta que ainda está em formação, inclusive a densidade desses sons. O que você tem escutado com seus filhos? Estimula sua escuta ativa?

  “Ao contrário de outros órgãos dos sentidos, os ouvidos são expostos e vulneráveis. Os olhos podem ser fechados, se quisermos; os ouvidos não! Estão sempre abertos. Os olhos podem focalizar e apontar nossa vontade, enquanto os ouvidos captam todos os sons do horizonte acústico, em todas as direções.” (SCHAFER, 1991).

 

Educadora Musical Débora Nascimento


Outras Notícias

Ver lista completa
 
Sistema Brasília
Mãe da Sta. Esperança
Colégio Passionista São Paulo da Cruz
Av. Tucuruvi, 470 - Tucuruvi - São Paulo - SP
CEP 2304-001
  •   (11) 2991-3111
Delta Tech - Gerenciamento de Conteúdo